quarta-feira, 15 de junho de 2011

Zé Hélio troca duas pelas quatro rodas no Rally Cuesta

Redação MotoX.com.br - Foto: Mundo Press
 



O fato do multicampeão José Hélio disputar um rali não é novidade para ninguém, mas a maneira como o paulista irá ingressar no próximo desafio será surpreendente. Ele já se prepara para disputar entre os dias 1º e 3 de julho o Rally Cuesta Off-road, com a diferença que desta vez, irá acelerar um carro. O experiente piloto de motos pilotará um Sherpa por duas etapas cronometradas com um total de 244 quilômetros.
José Hélio tem uma história consagrada sobre duas rodas com o pentacampeonato do Rally dos Sertões e duas participações no Rally Dakar. Porém, esta não será a primeira vez que ele entrará em uma corrida com um carro. No próprio Sertões, ele encarou o desafio nos anos 90. "Corri duas vezes no Sertões de carro, nos anos de 96 e 97, e chegamos a pegar pódio em terceiro lugar na geral. E no ano passado corri no Rally dos Amigos", disse o piloto que participará da categoria Protótipo, junto com o navegador Cláudio Corcelli da equipe MEM.
Com a experiência na categoria motos, o paulista espera tirar de letra. "A categoria motos é a mais difícil, pois precisamos pilotar e navegar ao mesmo tempo. Além disso, quando o piloto de moto vai para os carros, ele leva toda a bagagem de conhecimentos em terrenos, pilotagem, estratégia, aderência e velocidade, os quais são fundamentais em qualquer categoria", explicou.
A transição de José Hélio para os carros não será definitiva, já que entre os planos do piloto está a participação no Rally Dakar 2012, mas ainda este ano, ele pretende surpreender ainda mais ficando de fora das pistas do Rally dos Sertões para comandar de fora a equipe Klaumann Speedbrain. "Pretendo ficar nos bastidores, como estrategista e chefe de equipe, ao lado do Wolfgang Fischer. Se isto acontecer, será a primeira vez que fico fora da disputa por uma decisão minha desde a criação do evento, há 18 anos", revelou.
Esta não é a primeira vez que um piloto de moto troca as duas pelas quatro rodas. Com algumas experiências no cenário internacional, no Brasil, a passagem também já foi feita por nomes como Jean Azevedo que conseguiu grandes conquistas com os dois veículos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário