segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Dicas de Saúde - Prof. Alexandre Dantas

PRIMEIROS SOCORROS:



Bem como em qualquer outra atividade física ou mesmo no nosso trabalho diário, na pratica do enduro, rally ou Motocross estamos também sujeitos a quedas e consequentemente a fraturas. Venho esta semana comentar sobre as mais comuns, assim como, sobre alguns procedimentos a tomar diante das mesmas.

1. Fratura
É toda solução de continuidade súbita e violenta de um osso. A fratura pode ser fechada quando não houver rompimento da pele, ou aberta (fratura exposta) quando a pele sofre solução de continuidade no local da lesão óssea.

1.1.  Localizações principais:
(a)
fratura dos membros, as mais comuns, tornando-se mais graves e de delicado tratamento quanto mais próximas do tronco;
(b)
fratura da bacia, em geral grave, acompanhando-se de choque e podendo acarretar lesões da bexiga e do reto, com hemorragia interna;
(c)
fratura do crânio, das mais graves, por afetar o encéfalo, protegido por aquele
      (d) fratura da coluna: ocorre, em geral, nas quedas, atropelamentos e nos mergulhos em local raso, sendo tanto mais grave o prognóstico quanto mais alta a fratura; suspeita-se desta fratura, quando o paciente, depois de acidentado, apresenta-se com os membros inferiores paralisados e dormentes.

2. Fratura fechada - sinais indicadores
Dor ou grande sensibilidade em um osso ou articulação. Incapacidade de movimentar a parte afetada, além do adormecimento ou formigamento da região.

3. O que não fazer
Não movimente a vítima até imobilizar o local atingido. Não dê qualquer alimento ao ferido, nem mesmo água.

4. O que fazer
Solicite assistência médica, enquanto isso mantenha a pessoa calma e aquecida. Verifique se o ferimento não interrompeu a circulação sanguínea. Imobilize o osso ou articulação atingido com uma tala.
Imobilizações

1. Improvise uma tala
Amarre delicadamente o membro machucado (braços ou pernas) a uma superfície, como uma pequena tábua, revista dobrada, cabo de vassoura ou outro objeto qualquer. Use tiras de pano, ataduras ou cintos, sem apertar muito para não dificultar a circulação sanguínea.

Até a próxima semana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário