sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Raio-X CRF 230 de Dário Júlio

A revista PRÓ MOTO #95 fez uma matéria com as modificações da moto Honda Crf 230 do piloto Dário Júlio. Com esta moto ele acaba de conquistar o tri-campeonato da mais disputada prova do país, o Enduro da Independência e o campeonato brasileiro de regularidade.
Confira abaixo algumas modificações.
- PONTEIRA E CURVA DE ESCAPE: a curva é modelo "power" e a ponteira "SS4", são lançamentos da BRC.
- CARBURAÇÃO: ele mantém o mesmo carburador original (Keihin), utiliza giclê de alta com medida de vazão 145 e giclê de baixa de medida 42.
- MOTOR: preparado pela própria Honda, recebeu comando BBR e pistão Wiseco 233cc. A moto está com CDI marca Servitec, sem limitação de giro. Vale lembrar que para instalação deste Pistão é necessário trabalhar a camisa do cilindro.
- SUSPENSÃO TRASEIRA: possui um alongador. Com este alongador, aumenta-se o curso da suspensão, sempre necessário quado se enfrenta obstáculos maiores e em velocidade superior.
- SUSPENSÃO DIANTEIRA: posssui emuladores fabricados por Rodrigo Maciel, em lavras/MG. Com estes emuladores, o sistema fica mais eficiente para utilização em grandes obstáculos e velocidades maiores.
- CONJUNTO DE TRAÇÃO: coroa modelo Riffel, em alumínio, com 50 dentes, corrente fabricada pela DID, modelo 520 com retentor e pinhão com 13 dentes também da Riffel.
- CONCLUSÃO: podemos perceber que a moto não tem segredo, tudo simples e funcional. O segredo está no PILOTO.
- DICA: treine bastante, ande sempre com todos os equipamentos de proteção e acima de tudo, divirta-se!
Valeu galera!!!

3 comentários:

  1. BOA MATÉRIA, SEMPRE É BOM APRIMORARMOS OS NOSSOS CONHECIMENTOS COM ESSAS SUPER DICAS, VALEU RAPAZIADA.

    ResponderExcluir
  2. As principais revistas sobre motos do País trazem a propaganda da Honda com foto do Dário em sua CRF e percebe-se que a supensão dianteira não é a original. Alguém sabe qual a supensão usada na CRF preparada para o Independência?

    ResponderExcluir